Lissa: A Deusa da Fúria na Mitologia Grega

30/07/2021

     Lissa é, na Mitologia Grega, a Deusa que Personifica a Ira, Raiva e Fúria Desenfreada. Muitas vezes essa divindade é associada a um "Espírito" que tomava a consciência de homens e animais.

Nissa na Mitologia Grega:

     Lissa ou Lýssa, na Mitologia Grega, era uma Deusa que personificava a ira, a raiva, a fúria desenfreada, nos animais, a loucura produzida pela raiva. Os atenienses escreviam seu nome como Lýtta. Nasceu de Nix fecundada pelo icor que verteu de Urano ao ser castrado por Cronos, ainda que Higino a coloque entre os filhos de Éter e Gaia. Ela era intimamente relacionada aos Maniae, os espíritos da loucura e da insanidade. Seu romano era denominado de Ira, Furor ou Raiva. Às vezes, ela se multiplicava em uma horda de Íra e Fúria.

Figura de Lissa:

     Lissa era uma figura da tragédia ateniense. Em Ésquilo, ela aparece como agente de Dionísio enviada para enlouquecer as Mênades e, Eurípides a descreve com serpentes na cabeça e olhos cintilantes. Em sua obra Héracles relata como a vingativa Hera ordenou a Lissa, através de sua mensageira Íris, que enlouquecesse ao herói, do qual era grande inimiga. A Daemon tentou dissuadir a Íris sem êxito algum, e contra sua vontade, se introduziu em Héracles incitando-lhe a matar sua mulher e a seus próprios filhos.

     Por seus atributos, estava relacionada com um grupo de Daemones: Mania, a loucura, Coalemos, a estupidez, e Anoia, a demência. Sua equivalente romana era denominada como Ira ou Furor. Às vezes, apareciam também em grupo, como as Irae e os Furores. (irá e fúria como mencionado acima).


Mitologia de Lissa:

     Lyssa personifica a raiva louca e o frenesi, assim como a raiva em animais. Em Hércules, ela é chamada por Hera para infligir insanidade ao herói. Nesse cenário, ela é mostrada como tendo uma abordagem moderada e comedida de seu papel, professando "não usar seus poderes com raiva contra amigos, nem ter qualquer alegria em visitar as casas dos homens". Ela aconselha Iris, que deseja cumprir o comando de Hera, contra Hércules, mas, depois de não conseguir persuadir, se curva às ordens da deusa superior e o envia a uma fúria louca que o leva a assassinar sua esposa e filhos.

     As pinturas gregas em vasos da época indicam o envolvimento de Lyssa no mito de Aktaion, o caçador dilacerado pelos seus próprios cães enlouquecidos como punição por olhar para a forma nua da deusa Ártemis. Ésquilo a identifica como sendo o agente enviado por Dionísio para enlouquecer as ímpias filhas de Cadmo, que por sua vez desmembram Penteu.

Confira Também:

Laverna é uma deusa exclusiva da Mitologia Romana e essa divindade é a protetora dos ladrões. Laverna tinha seu próprio santuário em Roma, além de ser um antigo espírito do submundo!

Lissa é, na Mitologia Grega, a Deusa que Personifica a Ira, Raiva e Fúria Desenfreada. Muitas vezes essa divindade é associada a um "Espírito" que tomava a consciência de homens e animais.

Eos significa Aurora e é, na Mitologia Grega, a Deusa do Amanhecer. Foi bastante cultuada pela Religião Grega Antiga. Conheça mais sobre essa divindade abaixo.

Hécate é, na Mitologia Grega, a Deusa Tríplice das Bruxas. Muitas vezes é associada com Nix (a deusa primordial da noite). Hécate foi uma deusa muito adorada na Grécia Antiga, confira.

Crios ou simplesmente "Crio" é o Deus Antigo e Titã das Constelações, Cosmos e Ciclos Estrelares na Mitologia Grega. Foi filho de Urano e Gaia, Conheça mais sobre essa divindade abaixo.

foi, na Mitologia Grega, o Deus da Natureza em Geral, é esta divindade que cuida dos pastores, rebanhos, animais... Ele é conhecido por fugir de Tifão e dar origem ao signo de capricórnio.

Jápeto foi, na Mitologia Grega, o Deus Ancião (Titã) do Céu Estrelado. Foi filho de Urano e Gaia e uma das divindades antigas essenciais. Muitas vezes foi associado com Chronos, a divindade do tempo, confira.

Tétis é, na Mitologia Grega, casada com o Titã Oceano e juntos são os pais das Oceânides (significam a fecundidade da água). Assim como Oceano, Tétis é a Deusa Antiga representada por ser o Mar.

Febe foi, na Mitologia Grega, a Deusa Antiga (ou Titânide) da Purificação, pois era uma divindade ligada com a Luz e adorada por ser a "Profeta" da vida humana.