Fanes: O Deus da Vida na Mitologia Grega

05/11/2021

     Fanes é uma divindade pouco conhecida na Mitologia Grega e é associado como o Deus da Vida. Muitas vezes é associado com Caos e também, como a divindade da criação. Foi filho de Chronos, confira abaixo.

Fanes na Mitologia Grega:

     Fanes significa luz e, na Mitologia Grega, é uma divindade nascida do ovo cósmico (no caso, big bang como conhecemos hoje) que dividiu Aeon e Ananque, é a divindade primogênita da Criação, mas também poderia ser considerado filho de Hidros e Gaia ou de Poro e Pênia. Também poderia ser chamado de Ericapeu, Príapo, Antauge, Faéton e Protógono. Era considerado o mesmo que Eros.

     Fanes era o governante dos deuses, Deus da Vida e deu o cetro de seu reinado para Nix, sua única filha (segundo a tradição órfica), que por sua vez o deu a seu filho Urano. O cetro foi levado à força pelo filho de Urano, Cronos, que o perdeu para Zeus, o governante final do universo. Dizem que Zeus devorou Fanes para apoderar-se de seu poder primordial sobre toda a criação e reparti-lo entre uma nova geração divina: os olímpicos.

Lenda:

     Quando Cronos - o antigo deus dos deuses - engoliu seus filhos para que nenhum destes viesse a ocupar seu lugar, de acordo com uma antiga profecia, Fanes (O Deus da Vida) interveio e preparou uma poção que o fez vomitar Zeus, Posídon e Hades com vida para que pudessem quando crescer governar respectivamente: céu, mares e o submundo.

Fanes é associado com a "Vida" por sua imagem ser semelhante com a de Asclépio (Deus da Medicina) e Hermes (apesar de mensageiros dos deuses, também é associado com a medicina). A serpente é enrolada em seu corpo, já no caso de Asclépio e Hermes, em seu bastão.


Mitologia:

     Na cosmogonia órfica, Fanes é frequentemente equiparado a Eros ou Mitra, e foi descrito como uma divindade emergindo de um ovo cósmico, entrelaçado com uma serpente. Ele tinha um capacete e asas largas e douradas. A cosmogonia órfica é bizarra e bem diferente das sagas de criação oferecidas por Homero e Hesíodo. Os estudiosos sugeriram que o orfismo é "não grego" e até mesmo "asiático" em sua concepção, por causa de seu dualismo inerente.


Livros de Mitologia Grega em Oferta >>> https://amzn.to/31OA0lm


     Diz-se que Chronos (Deus e Representação do Tempo) criou o ovo de prata do universo, a partir do qual surgiu a divindade andrógina primogênita Fanes. Essa divindade era um Deus masculino, em um hino órfico ele é chamado de "Lord Priapos". Fanes era uma divindade de luz e bondade, cujo nome significava "trazer luz" ou "brilhar"; um deus primogênito da luz que emergiu de um vazio ou de um abismo aquático e deu luz ao universo. Nix (Noite) é várias vezes considerada filha de Fanes ou esposa mais velha.

Mitos Anteriores:

     Muitos tópicos de mitos anteriores são aparentes na nova tradição. Acredita-se que Fanes, O Deus da Vida, foi chocado do Ovo Mundial de Chronos (Tempo) e Ananke (Necessidade ou Destino) ou Nix na forma de um pássaro preto e vento. Sua esposa mais velha, Nix, o chamava de Protogenus. Ao criar a noite, Fanes criou a hora do dia e também inventou o método de criação por meio da mistura. 

     Ele foi feito governante das divindades. Esta nova tradição órfica afirma que Fanes passou o cetro para Nix; Nix mais tarde deu o cetro para seu filho Urano; Cronos confiscou o cetro de seu pai, Urano; e finalmente o cetro segurado por Cronos foi apreendido por Zeus, quem o detém atualmente. Alguns mitos órficos sugerem que Zeus pretendia passar o cetro a Dioniso.

Confira Também:

Caos é um Deus Grego e foi considerado por Hesíodo como a primeira divindade a surgir no universo, portanto ele é o mais velho dos Deuses e Titãs. Também é conhecido como Deus primordial da Criação na Mitologia Grega.

Selene é, na Mitologia Grega, a Deusa da Lua. Mas diferentemente de Ártemis (que é da nova geração), Selene é a Deusa Antiga que representa o astro lunar. Essa divindade era muito querida entre os povos antigos.

Plutão ou Pluto, é o nome dado, na Mitologia Romana, ao Deus Grego Hades. Pluto é o Rei do Submundo e tem como animal de estimação, Cérbero, o Cão de três cabeças e guardião do submundo.

Júpiter é o nome dado - na Mitologia Romana a Zeus, o Deus Grego do Trovão e Rei dos Deuses. Zeus foi a divindade mais relevante das mitologias grega e romana, conheça mais sobre este ícone abaixo.

Thalia é, na Mitologia Grega, uma das dezenas de filhas do deus do trovão, Zeus. Essa "semideus" aparece na saga de filmes Percy Jackson e ficou bem conhecida a partir daí. Conheça mais sobre Thalia abaixo.

Fanes é uma divindade pouco conhecida na Mitologia Grega e é associado como o Deus da Vida. Muitas vezes é associado com Caos e também, como a divindade da criação. Foi filho de Chronos, confira abaixo.

Aurora foi, na Mitologia Romana, a Deusa do Amanhecer. Essa divindade (teoricamente) foi um plágio da Deusa Grega "Eos" e também, da Deusa Hindu, Hausus, confira a matéria abaixo.

Laverna é uma deusa exclusiva da Mitologia Romana e essa divindade é a protetora dos ladrões. Laverna tinha seu próprio santuário em Roma, além de ser um antigo espírito do submundo!