Quais foram os 12 Trabalhos de Hércules?

27/02/2021

     Hércules foi, na Mitologia Grega, um dos personagens mais relevantes. Além de ser filho de Zeus, Hércules foi conhecido por seus 12 trabalhos, conheça quais foram.

Quem foi Hércules na Mitologia Grega?

     Hércules é o nome em latim dado pelos antigos romanos ao herói da Mitologia Grega "Héracles", filho de Zeus (Júpiter para os romanos) e da mortal Alcmena. As antigas fontes romanas indicam que o herói grego "importado" veio substituir um antigo pastor mitológico chamado pelos povos da Itália de Garanus, e que é famoso por sua força física e bravura. Enquanto o mito de Hércules incorporou muito da iconografia e da própria mitologia do personagem grego, ele também tinha algumas características e lendas que eram marcadamente romanas. 

Os 12 Trabalhos de Hércules:

     Os doze trabalhos de Hércules são uma série de episódios arcaicos ligados entre si por uma narrativa contínua, relativa a uma penitência que teria sido cumprida por um dos maiores heróis gregos, Héracles, mais conhecido em português pela romanização Hércules, portanto, não se confunda quando mencionarmos ambos como um só, ok?


As 12 Tarefas de Hércules são:

  • Matar o leão de Nemeia;
  • Matar a hidra de Lerna;
  • Capturar o javali de Erimanto;
  • Capturar a corça de Cerinéia;
  • Expulsar as aves do lago Estínfalo;
  • Limpar as estrebarias de Aúgias;
  • Capturar o touro de Creta;
  • Capturar os cavalos de Diomedes;
  • Obter o cinturão de Hipólita, rainha das Amazonas;
  • Buscar os bois de Gerião;
  • Buscar os pomos de ouro do Jardim das Hespérides;
  • Capturar o cão Cérbero.

Trabalhos:

     Em seus 12 trabalhos, Hércules tinha frequentemente a companhia de um jovem companheiro. De acordo com Licímnio e outros autores antigos, como por exemplo Iolau, seu sobrinho. Embora ele devesse inicialmente realizar apenas dez trabalhos, este auxílio fez com que ele tivesse de realizar dois a mais, já que Euristeu não contou o trabalho da Hidra, porque Iolau o havia ajudado, ou os estábulos de Aúgias, pelo qual recebeu pagamento pelo trabalho, e que foi realizado pelas águas de um rio. A ordem encontrada em Pseudo-Apolodoro é a seguinte:


1° Leão de Nemeia:

     No Peloponeso, estrangulou o Leão da Nemeia: o maior leão do mundo, filho dos monstros Tifão e Equidna, os habitantes do local não conseguiam matar, pois a única coisa que poderia perfurar o couro era a própria garra do Leão. Na segunda tentativa de matá-lo, tendo a primeira sido infrutífera, estrangulou-o, após com ele lutar. Acabada a luta arrancou a garra do Leão e tirou o couro do Leão para utilizá-lo como peça do vestuário. A criatura converteu-se na constelação de leão.


2° Hidra de Lerna:

     Matou a Hidra de Lerna, filha monstruosa de duas criaturas grotescas, a Equidna e Tifão. Era uma serpente com corpo de dragão, que possuía nove cabeças (uma delas parcialmente de ouro e imortal, que se regeneravam), mal eram cortadas, e exalavam um vapor que matava quem estivesse por perto. Hércules matou-a cortando suas cabeças enquanto seu sobrinho Iolau impedia sua reprodução queimando suas feridas com tições em brasa. A deusa Hera enviou ajuda à serpente, um enorme caranguejo, mas Hércules pisou-o e o animal converteu-se na constelação de Câncer. Por fim, o herói banhou suas flechas com o sangue da serpente para que ficassem envenenadas.

3° Capturar o Javali de Erimanto:

     Capturou vivo o Javali de Erimanto, que devastava os arredores, ao fatigá-lo após persegui-lo durante horas. Euristeu, ao ver o animal no ombro do herói, teve tamanho medo que foi se esconder dentro de um caldeirão de bronze. As presas do animal foram mostradas no templo de Apolo, em Cumas.


4° A Corça de Cerinéia:

     Alcançou correndo a Corça de Cerinéia, um animal lendário, com chifres de ouro e pés de bronze. A corça, que corria com assombrosa rapidez e nunca se cansava, era Taígete, ninfa que, para fugir a perseguição de Zeus foi transformada por Ártemis no animal. Como ela tinha uma velocidade insuperável, Hércules a perseguiu incansavelmente durante um ano até que, exausta, foi atingida por uma flecha disparada pelo herói. Ferida levemente, foi levada nos ombros do herói até o reino de Euristeu. Em outra versão do mito, Héracles tinha de capturar a corça, mas sem machucá-la; ele a perseguiu durante um ano, até conseguir pegá-la com uma rede, porém ela acabou se ferindo. 

     O herói pôs então a culpa em Euristeu, para que Ártemis se zangasse com ele. Em uma terceira versão, Hércules levou um ano para realizar o trabalho a seguir, que era capturar a corça que habitava o monte Cerineu. Este animal parecia ser mais tímido do que perigoso, e sagrado para Ártemis; Hércules finalmente aprisionou-a e estava levando-a para Euristeu quando se encontrou com Ártemis, que estava muito zangada e ameaçou matá-lo pelo atrevimento em capturar seu animal; mas quando ficou sabendo sobre os trabalhos, concordou em deixar Hércules levar o animal, com a condição que Euristeu o libertasse logo que o tivesse visto.


5° Expulsar as Aves do lago Estínfalo:

     Matou no lago Estínfalo, com suas flechas envenenadas, monstros cujas asas, cabeça e bico eram de ferro, e que, pelo seu gigantesco tamanho, interceptavam no voo os raios do Sol. Com seu arco, conseguiu matar alguns e os outros, expulsou a outros países.


6° Limpar as estrebarias de Aúgias:

     Limpou em um dia os currais do rei Aúgias, que continham três mil bois e que há trinta anos não eram limpos. Estavam tão fedorentos que exalavam um gás mortal. Para isso, Hércules desviou dois rios.


7° Capturar o Touro de Creta:

     A sétima tarefa de Hércules era levar o Touro de Creta vivo até Euristeu, que por sua vez o entregaria a Hera. O touro era enraivecido e aterrorizava o povo da ilha grega de Creta, pois Poseidon, o deus dos mares, o havia oferecido a Minos, rei local, em sacrifício, e o rei não teve coragem de sacrificar um animal tão bonito e tão forte. Hércules não só o capturou como, montado no animal, o levou até Euristeu.

8° Capturar os cavalos de Diomedes:

     Castigou Diómedes (rei da Trácia), filho de Ares, possuidor de cavalos que vomitavam fumo e fogo, e a que ele dava a comer os estrangeiros que as tempestades arrolavam à sua costa. O herói entregou-o à voracidade de seus próprios animais.


9° Obter o cinturão de Hipólita:

     Hércules venceu as amazonas, tirou-lhes a rainha Hipólita, apossando-se do cinturão mágico que ela vestia.


10° Buscar os bois de Gerião:

     Matou o gigante Gerião, monstro de três corpos, seis braços e seis asas, e tomou-lhe os bois que se achavam guardados por um cão de duas cabeças, e um dragão de sete.


11° Pomos de ouro do Jardim das Hespérides:

     O décimo primeiro trabalho de Hércules foi colher os pomos de ouro do Jardim das Hespérides, após matar o dragão de cem cabeças que os guardava. O dragão foi morto por Atlas, a seu pedido, e durante o trabalho, ele sustentou o céu nos ombros no lugar do titã.


12° Capturar o Cão Cérbero:

     O último trabalho de Hércules consistiu em trazer do mundo dos mortos o seu guardião, o cão Cérbero. Hades autorizou-o a levar Cérbero para cima da Terra sob a condição de conseguir dominá-lo sem usar as suas armas. Hércules lutou com ele só com a força dos seus braços, quase o sufocou, dominando-o. Depois levou-o a Euristeu, que, com medo, ordenou-lhe que o devolvesse.

Confira Também:

O Cavalo de Troia foi um enorme cavalo de madeira usado como estratégia militar pelos gregos no período da guerra de Tróia. Se de fato existiu, foi uma das maiores façanhas de guerra da história! Conheça.

A Odisseia de Homero é uma das obras mais famosas da Mitologia Grega, pois trata-se da história do herói Odisseu. Ao decorrer desse Mito, o Herói encontra uma série de desafios, conheça seu resumo.

Esfinge é um ser Mitológico conhecido desde a Mitologia Egípcia, depois os Gregos adaptaram seu Mito com Édipo. Os Romanos fizeram a mesma coisa. Conheça a Esfinge nas Mitologias Grega, Romana e Egípcia.

Descubra agora o que é a famosa Mitologia Grega! Além disso, explicamos também quais são os principais Deuses, Personagens, Mitos e Seres Mitológicos. Devemos muito do que somos hoje aos Helênicos, confira!