Conheça 3 Dragões Exclusivos da Mitologia Grega

11/02/2022

     Embora os Dragões tenham origem chinesa, os Gregos também tinham suas representações para a figura de Dragão. Separamos para vocês 3 Dragões exclusivos que só existem na Mitologia Grega!

Dragões ao Redor do Mundo:

     A imagem mais conhecida dos Dragões é a oriunda das lendas europeias (celta/germânica) mas a figura é recorrente em quase todas as civilizações antigas. Talvez o dragão seja um símbolo chave das crenças primitivas, como os fantasmas, zumbis e outras criaturas que são recorrentes em vários mitos de civilizações sem qualquer conexão entre si.

     Há a presença de mitos sobre dragões em diversas outras culturas ao redor do planeta, dos dragões com formas de serpentes e crocodilos da Índia até as serpentes emplumadas adoradas como deuses pelos astecas, passando pelos grandes lagartos da Polinésia e por diversos outros, variando enormemente em formas, tamanhos e significados.

     O escritor grego Filóstrato, dedicou uma extensa passagem da sua obra Vida de Apolônio de Tiana aos dragões da Índia (livro III, capítulos VI, VII e VIII). Forneceu informações muito detalhadas sobre esses dragões.

Os Dragões da Mitologia Grega que separamos são: Ládon, Hidra de Lerna e Skyla.

Ládon, o Dragão do Velocino de Ouro:

     Ládon, o Dragão da Cólquida, na Mitologia Grega, era conhecido como o guardião do velocino de ouro (pele de carneiro capaz de trazer de volta a vida tudo e qualquer coisa), no qual o herói Jasão e os argonautas conseguiram se apoderar. O dragão da Cólquida era muito grande, mas era muito lento. 

     A lenda diz que dormia com um olho aberto e outro fechado. Muitos heróis tentaram, mas apenas Jasão conseguiu. Para conseguir o Velocino de Ouro, os heróis teriam que matar búfalos de fogo, semear seus dentes, lutar com guerreiros cadavéricos nascidos dos dentes, chamados Sparti, derrotá-los para chegar até o dragão e matá-lo. Tudo isso no mesmo dia. Conforme refere Hesíodo na sua Teogonia, Gaia, a Terra, e seu filho Ponto, o mar, tiveram muitos filhos, entre os quais se contavam Fórcis e Ceto. 

     Por sua vez, estes dois deram lugar a uma terrível linhagem: As Três Górgonas, Esteno, Euríade e Medusa e as duas gréias, criaturas já nascidas de cabelo grisalho. Por último, Ceto "pariu uma terrível serpente que, nos flancos da terra negra, na extremidade do Mundo, guardava as maçãs de ouro". Este era Ládon, e a sua história está associada à das Hespérides.

Hidra de Lerna, o Dragão que se Regenerava:

     A Hidra de Lerna, na Mitologia Grega, era um monstro, filho de Tifão e Equidna, que habitava um pântano junto ao lago de Lerna, na Argólida, hoje o que equivaleria à costa leste da região do Peloponeso. A Hidra tinha corpo de dragão e várias cabeças de serpente. Segundo a lenda, as cabeças da Hidra podiam se regenerar; algumas versões dizem que, quando se cortava uma cabeça, cresciam duas em seu lugar, mas as primeiras versões da lenda não incluíam essa característica.

     A Hidra era tão venenosa que matava os homens apenas com o seu hálito e os comia; se alguém chegasse perto dela enquanto ela estava dormindo, apenas de cheirar o seu rastro a pessoa já morria em terrível tormento.

     A Hidra foi derrotada por Héracles (Hércules, na mitologia romana), em seu segundo trabalho. Inicialmente Héracles tentou esmagar as cabeças, mas a cada uma que cortava surgiam duas no lugar. Decidiu então mudar de tática e, para que as cabeças não se regenerassem, pediu ao sobrinho Iolau para que as queimasse com um tição logo após o corte, cicatrizando desta forma a ferida. Sobrou então apenas a cabeça do meio, considerada imortal. Héracles cortou e enterrou a última cabeça com uma enorme pedra. Assim, o monstro foi morto.


Livros de Mitologia Grega em Oferta >>> https://amzn.to/31OA0lm


Skyla: A Ninfa Transformada em Monstro Marinho:

     Na tradição Mitológica Grega, Skyla (ou Cila) era habitualmente relacionada a Caribdis, outro monstro marinho. Os dois moravam nos lados opostos do estreito de Messina e personificavam os perigos da navegação perto de rochas e redemoinhos. No cimo do rochedo, que não era tão alto quanto o penedo oposto de Cila, erguia-se uma figueira negra. Caribdis propriamente dita ficava fora da vista.

     Em outras versões, Cila era filha de Fórcis e Hécate ou ainda de Lâmia. Tal como acontece com a maioria dos deuses marinhos, era às vezes tida também como filha de Tifão e Equidna; Higino diz que ela foi morta por Hércules. Skyla era um Dragão marinho, muito similar a Hidra de Lerna, muitas pessoas as confundem, mas para diferenciá-los é simples: Hidra é um Dragão terrestre e Skyla, um monstro agquático. 

Confira Também:

Behemoth é um terrível Monstro tanto da Bíblia quanto da Mitologia Grega. De acordo com o velho testamento, será rival de Leviatã no final dos tempos. Conheça mais sobre esse monstro terrestre abaixo.

Jasão, na Mitologia Grega, é um dos Personagens mais relevantes, tão isso que, além de Herói, é filho de Zeus, sendo assim: um semideus. Conheça mais sobre sua História, desde Medeia e Argonautas até o Velocino de Ouro.

O Grifo, na Mitologia Grega, é uma criatura mística com corpo de leão e cabeça de águia. Diferente das esfinges gregas (que são perversas e traiçoeiras), os Grifos são criaturas do bem e costumam ajudar semideuses.

O Cavalo de Troia foi um enorme cavalo de madeira usado como estratégia militar pelos gregos no período da guerra de Tróia. Se de fato existiu, foi uma das maiores façanhas de guerra da história! Conheça.

A Odisseia de Homero é uma das obras mais famosas da Mitologia Grega, pois trata-se da história do herói Odisseu. Ao decorrer desse Mito, o Herói encontra uma série de desafios, conheça seu resumo.