URANO: DEUS GREGO E ROMANO

12/05/2020

     Urano é o Deus Grego e Romano do céu, sendo assim, para os Helênicos, além de ser pai de Júpiter (Zeus). Urano Representava também o céu. Confira tudo sobre este Deus Mitológico abaixo.

URANO NA MITOLOGIA

     Urano (em grego: Ουρανός, transl.: Ouranós, lit. "o que cobre" ou "o que envolve"), na mitologia grega, era a divindade que personificava o céu. A etimologia possivelmente tem origem no vocábulo sânscrito que origina o nome de Varuna, deus védico do Céu e da Noite. Sua forma latinizada é Uranus. Foi gerado espontaneamente por Gaia (a Terra) e casou-se com sua mãe. Ambos foram ancestrais da maioria dos deuses gregos, mas nenhum culto dirigido diretamente a Urano sobreviveu até a época clássica, e o deus não aparece entre os temas comuns da cerâmica grega antiga. Não obstante, a Terra, o Céu e Estige podiam unir-se em uma solene invocação na épica homérica. Wikipédia

URANO - DEUS GREGO

     Diz a lenda que o deus Urano, ou Coelo, primeiro rei do Universo, personificava o céu. Para Hesíodo, poeta grego que viveu provavelmente no século 7 antes de Cristo, ele era, ao mesmo tempo, filho e marido de Geia, deusa nascida imediatamente depois do Caos original e também conhecida como Titéia, Ops, Telos, Vesta e Cibele. Em seu livro Teogonia, que trata da genealogia e filiação dos deuses, diz Hesíodo que dessa união nasceram vários deuses e semideuses, cerca de quarenta e cinco, segundo alguns autores. Entre eles Oceano, Jápeto, Têmis, Cronos, os Titãs, os Ciclopes e os hecantoquiros, os de "cem mãos", três gigantes chamados Briareu, Coto e Giges, possuidores cem braços e cinqüenta cabeças, cada um, aos quais os romanos davam o nome de Centimanos.

Recomendamos: Gaia, Deusa da Terra


CASTRAÇÃO DE URANO

     Preocupado com tamanha fecundidade Urano passou a enterrar os filhos recém-nascidos no corpo de Geia, e esta, inconformada, lhes pediu que a vingassem por isso, mas somente Cronos a atendeu. Orientado pela mãe, ele um dia surpreendeu o pai e o castrou no momento em que se unia à esposa, e das gotas de sangue que caíram sobre ela nasceram as Erínias e os Gigantes. Diz a lenda que os testículos decepados de Urano flutuaram no mar e formaram uma espuma branca da qual nasceu Afrodite (Venus), a deusa do amor. Depois disso, Urano continuou a deitar-se sobre a terra todas as noites, mas como não podia mais fecundá-la, encheu-se de mágoa em conseqüência da mutilação de que fora vítima e acabou morrendo, sendo sucedido por Cronos no governo do mundo. Com o ato que praticara Cronos separara o céu da Terra e permitira com isso que o mundo adquirisse uma forma ordenada.

FILHOS DE URANO

     Sobre os hecantoquiros, Urano os hostilizava e por esse motivo acabou mandando-os para as entranhas de Gaia, mas esta, enfurecida, ajudou-os a escapar e a montar a rebelião que culminaria com a castração e queda de Urano. Cronos, que subiu ao poder logo em seguida, os aprisionou no Tártaro, de onde foram depois libertados por Zeus e o ajudaram a montar uma emboscada contra os Titãs: como possuíam cem braços, atiraram tantas pedras sobre os adversários que os mesmos acharam que a montanha por onde passavam estava desabando. Depois de derrotar os Titãs, eles se estabeleceram em palácios no rio Oceanus, como guardiões das portas do Tártaro, onde Zeus havia aprisionado os Titãs.
São todos os seus Filhos: Titãs, ciclopes, hecatônquiros, erínias, melíades, telquines, Afrodite.

OS TITÃS E TITÂNIDES

     Os titãs (masculino) e as titânides (feminino) (em grego antigo, singular: Τιτάν e Τιτανίς, plural: Τιτάνες e Τιτανίδες), na mitologia grega, estão entre as entidades que enfrentaram Zeus e os demais deuses olímpicos na sua ascensão ao poder. Outros oponentes foram os gigantes, Tifão e Órion. Dos vários poemas gregos da Idade Clássica sobre a guerra entre os deuses e os titãs, apenas um sobreviveu. Trata-se da Teogonia atribuída a Hesíodo. Também o ensaio Sobre a música atribuído a Plutarco, menciona de passagem um poema épico perdido intitulado Titanomaquia ("Guerra dos Titãs") e atribuído ao bardo trácio cego Tâmiris, por sua vez um personagem lendário. Além disso, os titãs desempenharam um papel importante nos poemas atribuídos a Orfeu. Ainda que apenas se conservem fragmentos dos relatos órficos, estes revelam diferenças interessantes em relação à tradição hesiódica. Os titãs não formam um conjunto homogêneo. Trata-se, em geral, de deidades muito antigas ou "proto-deuses" (primeiros deuses) que, por uma razão ou outra, continuaram a ter uma certa vigência dentro dos mitos gregos clássicos e, ao constituir-se o esquema genealógico dos deuses, foram incluídas entre os descendentes de Urano.

A BENEVOLENTE MITOLOGIA GREGA

     Na Grécia clássica não havia culto dedicado a Urano, identificado em Roma com o deus Céu. Alguns autores apontam que diversos elementos da narrativa sugerem uma origem pré-grega para ele, e que a harpe (cimitarra) usada por Cronos para mutilar o pai, indica fonte oriental para a história. Sobre a mitologia grega publica-se que ela foi de grande importância e influenciou toda a cultura ocidental. Os textos mais antigos que conservam informações sobre a mitologia grega são as obras atribuídas a Homero (Ilíada e Odisséia), elaboradas aproximadamente nos séculos XI ou VIII antes da era cristã, e as obras de Hesíodo, do final do século VIII antes de Cristo. Estas obras são poemas orais que passaram de gerações a gerações, transcritos posteriormente.
     A antiga visão de mundo dos gregos era de que a Terra (a deusa Gaia ou Géia) era uma superfície circular, plana (exceto em suas irregularidades, como as monta-nhas), semelhante a um prato ou disco. O céu (o deus Urano) seria a metade de uma esfera oca, colocada sobre a Terra. Entre a Terra e o céu existiriam duas regiões: a primeira, mais baixa, que vai da superfície do solo até as nuvens, seria a região do ar e das brumas. A segunda seria o ar superior e brilhante, azul, que é visto durante o dia, e que era chamado de éter. Embaixo da Terra, existiria uma região sem luz, o Tártaros. Em volta do Tártaros, existiriam três camadas da noite. A noite é considerada como uma deusa assustadora, a quem todos os deuses respeitam. A Terra conteria todas as regiões secas conhecidas na época (Europa, Ásia e África). Todas elas seriam cercadas por uma espécie de rio circular, o oceano, que iria até a borda onde o céu e a Terra se encontram. O oceano é descrito como a fonte e origem de todos os rios e mares, Homero chega a descrevê-lo como a origem de todas as coisas e dos próprios deuses. Matéria

FATOS SOBRE URANO EM VÍDEO


POSTS RECENTES EM NOSSO BLOG:

É dito por muitos que Medusa foi a vilã da história, mas não é bem assim... Medusa e Perseu foram rivais, tudo pelo ego inflado da deusa Atena. A Górgona de fato não mereceu o fim que teve, confira sua história abaixo.

"Eu sou Ninguém". Já ouviu falar esta frase? Frase dita por Odisseu (Ulisses) ao rei Ciclope Polifemo, filho de Posídon (Poseidon) e da ninfa Teosa e vivia uma em uma caverna próxima à Sicília, cuidando de ovelhas.

Quem são Rômulo e Remo? Qual é a sua História? Estes são irmãos gêmeos fundadores de Roma. A lenda diz que eles foram criados por uma loba e mais tarde, fundaram a cidade de Roma. Confira fatos sobre eles.

Os Três Juízes do Inferno foram popularmente conhecidos após o Anime Cavaleiros do Zodíaco, mas estes Três seres Mitológicos já existiam há muito tempo atrás dentro da Mitologia Grega.

O Reino de Hades, na Mitologia Grega, é a terra dos mortos, o local para onde a alma das pessoas se dirigiria após a morte. Nesse local as almas passariam por um julgamento, onde seu destino seria decidido.

Mitologia Romana: Deuses Gregos e Romanos não são a mesma coisa? De uma forma simplificada, sim! Com exceção de seus respectivos nomes. Confira abaixo tudo sobre os Deuses Romanos.

O Touro de Bronze, também conhecido como Touro de Fálaris ou Touro Siciliano, foi uma das mais cruéis máquinas de tortura e execução que o homem já desenvolveu, cujo invento é atribuído a Fálaris.

Quanto ao Kratos de God of War, todos já conhecemos! Mas e quanto ao Cratos que realmente existiu dentro da Mitologia Grega, você já ouviu falar ou conhece sua história? Descubra lendo abaixo.

As três Graças ou Cárites eram conhecidas por representarem a arte (representações artísticas) dentro da Mitologia Grega e Romana. Conheça mais sobre elas lendo a matéria abaixo.