Réia, a Deusa Mãe da Mitologia Grega

29/05/2020
     Réia era a Deusa irmã e mulher de Cronos, a quem conseguiu enganar, evitando que seu filho Zeus fosse engolido por ele. Quando Zeus nasceu, Réia deu uma pedra para Cronos engolir no lugar do recém-nascido.

Réia na Mitologia Grega:

     Reia, na Mitologia Grega, era uma titânide, filha de Urano e de Gaia. Na mitologia romana é identificada como Cibele, a Magna Mater.Os doze titãs, filhos de Urano e Gaia, eram Oceano, Céos, Crio, Hiperião, Jápeto, Teia, Reia, Têmis, Mnemosine, a coroada de ouro Febe e a amada Tétis e Cronos. Irmã e esposa de Cronos, gerou nesta ordem, segundo Pseudo-Apolodoro, Hera (a mais velha), seguida de Deméter e Héstia, seguidas de Hades e Posídon; o próximo a nascer, Zeus, foi escondido por Reia em Creta, que deu uma pedra para Cronos comer. 

     Higino enumera os filhos de Saturno e Ops como Vesta, Ceres, Juno, Júpiter, Plutão e Netuno, ele também relata uma versão alternativa da lenda, em que Saturno encerra Orco no Tártaro e Netuno em baixo do mar, em vez de comê-los. Por ser mãe de todos os deuses do Olimpo, é conhecida como Mãe dos Deuses. É uma deusa relacionada com a fertilidade; isso acarreta uma relação errônea com a deusa Cibele; que é a Mãe Terra original da Ásia Menor, e tardiamente adaptada a mitologia romana. Wikipédia

Réia, a deusa titã mãe

     Devido a um oráculo de Urano, que profetizara que Cronos seria destronado por um dos filhos, este passou a engolir todos os filhos assim que nasciam. Reia decidiu que isto não ocorreria com o sexto filho. Assim, quando Zeus nasceu, Reia escondeu-o numa caverna no Monte Ida em Creta ao cuidado dos assistentes curetes posteriormente sacerdotes e, no lugar do filho, deu a Cronos uma pedra enrolada em panos. 

     Cronos engoliu-a, pensando ser o filho. Há diversas versões sobre quem criou Zeus. Algumas relatam que ele foi criado por Gaia; outras, por uma ninfa (Adamanteia ou Cinosura); segundo uma outra versão, foi nutrido por uma cabra (Amalteia); há outra versão, que Amalteia é ninfa e possuía a cabra Aix que cedeu leite a Zeus recém-nascido. 

     Ao atingir a idade adulta, Zeus destronou o pai, forçou-o a vomitar os irmãos e assumiu o Olimpo.Seguindo a ascensão do filho Zeus ao status de rei dos deuses, ela contestou uma parte do mundo e acabou refugiando-se nas montanhas, onde cercou-se de criaturas selvagens. 

     Geralmente, é associada a leões ou a uma biga puxada por leões. Na Ásia Menor, era conhecida como uma deusa terrestre, sendo adorada com ritos orgíacos. O nome significa "fluxo", aparentemente em referência à menstruação feminina, e "reconforto", talvez em referência aos partos fáceis.

Seus Filhos são: Demétra, Hera, Héstia, Hades, Poseidon e Zeus.

Nascimento de Zeus:

     Cronos teve diversos filhos com Reia: Héstia, Deméter, Hera, Hades e Posídon, porém engoliu-os (menos Posídon, Hades e Hera) assim que nasceram, após ouvir de Gaia e Urano que ele estava destinado a ser deposto por seu filho, da mesma maneira que ele havia deposto seu próprio pai - um oráculo do qual Reia tomou conhecimento e pôde evitar. Quando Zeus estava prestes a nascer, Reia procurou Gaia e concebeu um plano para salvá-lo, para que Cronos fosse punido por suas ações contra Urano e seus próprios filhos. Reia deu à luz Zeus na ilha de Creta, e entregou a Cronos uma pedra enrolada em roupas de bebê, que ele prontamente engoliu.

INFÂNCIA:

     Reia teria escondido Zeus numa caverna dos montes Dícti, em Creta. De acordo com as diversas versões da história, ele teria sido criado:
  • Por Gaia; 
  • Por uma cabra chamada Amalteia, enquanto um pelotão de curetes - soldados ou deuses menores - dançavam, gritavam e batiam suas lanças contra seus escudos para que Cronos não ouvisse o choro do bebê; 
  • Por uma cabra chamada Aix (que pertencia à ninfa Amalteia), e da pele dela Zeus fez a Égide; 
  • Por uma ninfa chamada Adamanteia. Como Cronos era senhor da Terra, dos céus e do mar, ela o escondeu pendurado por uma corda de uma árvore, de modo que ele, não estando nem na terra, nem no céu e nem no mar, teria ficado invisível para seu pai; 
  • Por uma ninfa chamada Cinosura, e como agradecimento, Zeus a teria colocado em meio às estrelas. 
  • Por Melissa, que o amamentou com leite de cabra e mel.

Confira Também:

Aurora foi, na Mitologia Romana, a Deusa do Amanhecer. Essa divindade (teoricamente) foi um plágio da Deusa Grega "Eos" e também, da Deusa Hindu, Hausus, confira a matéria abaixo.

Laverna é uma deusa exclusiva da Mitologia Romana e essa divindade é a protetora dos ladrões. Laverna tinha seu próprio santuário em Roma, além de ser um antigo espírito do submundo!

Lissa é, na Mitologia Grega, a Deusa que Personifica a Ira, Raiva e Fúria Desenfreada. Muitas vezes essa divindade é associada a um "Espírito" que tomava a consciência de homens e animais.

Eos significa Aurora e é, na Mitologia Grega, a Deusa do Amanhecer. Foi bastante cultuada pela Religião Grega Antiga. Conheça mais sobre essa divindade abaixo.

Hécate é, na Mitologia Grega, a Deusa Tríplice das Bruxas. Muitas vezes é associada com Nix (a deusa primordial da noite). Hécate foi uma deusa muito adorada na Grécia Antiga, confira.

Crios ou simplesmente "Crio" é o Deus Antigo e Titã das Constelações, Cosmos e Ciclos Estrelares na Mitologia Grega. Foi filho de Urano e Gaia, Conheça mais sobre essa divindade abaixo.

foi, na Mitologia Grega, o Deus da Natureza em Geral, é esta divindade que cuida dos pastores, rebanhos, animais... Ele é conhecido por fugir de Tifão e dar origem ao signo de capricórnio.

Jápeto foi, na Mitologia Grega, o Deus Ancião (Titã) do Céu Estrelado. Foi filho de Urano e Gaia e uma das divindades antigas essenciais. Muitas vezes foi associado com Chronos, a divindade do tempo, confira.

Tétis é, na Mitologia Grega, casada com o Titã Oceano e juntos são os pais das Oceânides (significam a fecundidade da água). Assim como Oceano, Tétis é a Deusa Antiga representada por ser o Mar.