Esfinge na Mitologia Grega, Romana e Egípcia

12/08/2021

     Esfinge é um ser Mitológico conhecido desde a Mitologia Egípcia, depois os Gregos adaptaram seu Mito com Édipo. Os Romanos fizeram a mesma coisa. Conheça a Esfinge nas Mitologias Grega, Romana e Egípcia.

Origem da Esfinge:

     Esfinge é uma imagem icônica de um leão estendido com a cabeça de um falcão ou de uma pessoa, presente tanto na Mitologia Grega, quanto na arquitetura Egípcia e Romana. A esfinge egípcia é uma antiga criatura mística usualmente tida como um leão estendido e com uma cabeça humana, geralmente a de um faraó. Também usada para demonstração de poder.

No Egito, existiam alguns diferentes nomes e descrições:

     Vistas como guardiãs na estatuária egípcia, esfinges são descritas em uma destas duas formas: Androsfinge: corpo de leão com cabeça de pessoa; Hierocosfinge: corpo de leão com cabeça de falcão. A maior e mais famosa é Sesheps, a esfinge de Gizé, sita no planalto de Gizé no banco oeste do rio Nilo, feito em dois ao leste, com um pequeno templo entre suas patas. O rosto daquela esfinge é considerada como a cabeça do faraó Quéfren ou possivelmente a de seu irmão, o faraó Djedefré, que dataria sua construção da quarta dinastia. 

     Contudo, há algumas teorias alternativas que relatam a esfinge ao pré-antigo império e, de acordo com uma hipótese, a tempos pré-históricos. Outras esfinges egípcias famosas incluem a esfinge de alabastro de Mênfis, hoje localizada dentro do museu ao ar livre naquele local; e as esfinges com cabeça de ovelha (em grego, criosfinges) representando o deus Amon, em Tebas, de que havia originalmente algumas novecentas.


Esfinge e Édipo na Mitologia Grega:

     Havia uma única Esfinge na Mitologia Grega (diferente da egípcia onde se tinha vários nomes e descrições), um demônio exclusivo de destruição e má sorte, de acordo com Hesíodo uma filha da Quimera e de Ortros ou, de acordo com outros, de Tifão e de Equidna

     Ela era representada em pintura de vaso e baixos-relevos mais frequentemente assentada ereta de preferência do que estendida, como um leão alado com uma cabeça de mulher; ou ela foi uma mulher com as patas garras e peitos de um leão, uma cauda de serpente e asas de águia. 

     Hera ou Ares mandaram a esfinge de sua casa na Etiópia (os gregos lembraram a origem estrangeira da esfinge) para Tebas e, em Édipo Rei de Sófocles, pergunta a todos que passam o quebra-cabeça mais famoso da história, conhecido como o "enigma da esfinge", decifra-me ou devoro-te:

"Que criatura pela manhã tem quatro pés, ao meio-dia tem dois, e à tarde tem três?"

     Édipo resolveu o quebra-cabeça de Esfinge e respondeu: 

"- O homem! que engatinha como bebê, anda sobre dois pés na idade adulta, e usa bengala na velhice."

     Furiosa com tal resposta, a esfinge teria cometido suicídio, atirando-se de um precipício. O quebra-cabeça exato perguntado pela esfinge não foi especificado por vários contadores da história e não foi padronizado como o dado sobre até muito mais tarde na história grega. Assim Édipo pode ser reconhecido como um limiar ou figura de solado de porta, ajudando efeito a transição entre as velhas práticas religiosas, representadas pela esfinge, e novas, unidade olímpica.


Esfinge na Mitologia Romana:

     Tratando-se da Mitologia Romana, Esfinge era descrita bem similar ao Mito Grego, pois como é do conhecimento de muitos, a Mitologia Romana é basicamente uma "cópia" dos antigos contos gregos, por isso mais tarde a denominaram como Mitologia Greco-Romana.


Sul e Sudeste da Ásia:

     Um ser mitológico assim como a Esfinge Grega, composto com corpo de leão e cabeça de ser humano está presente nas tradições, mitologia e arte do Sul e Sudeste Asiático. Diversamente conhecido como "homem-besta", "homem-gato" ou "homem-leão", tinham cabeça de leão e corpo de humano.

     Em contraste com as esfinges do Egito, Mesopotâmia e Grécia, cujas tradições se perderam em grande parte devido à descontinuidade da civilização, as tradições relacionadas às "esfinges asiáticas" estão muito vivas hoje. 

     As primeiras representações artísticas de "esfinges" do subcontinente sul asiático são, em certa medida, influenciadas pela arte e pelos escritos helenísticos. Eles vêm do período em que a arte budista passou por uma fase de influência helenística.

Recomendamos: Belerofonte e Quimera

Confira Também:

O Cavalo de Troia foi um enorme cavalo de madeira usado como estratégia militar pelos gregos no período da guerra de Tróia. Se de fato existiu, foi uma das maiores façanhas de guerra da história! Conheça.

A Odisseia de Homero é uma das obras mais famosas da Mitologia Grega, pois trata-se da história do herói Odisseu. Ao decorrer desse Mito, o Herói encontra uma série de desafios, conheça seu resumo.

Esfinge é um ser Mitológico conhecido desde a Mitologia Egípcia, depois os Gregos adaptaram seu Mito com Édipo. Os Romanos fizeram a mesma coisa. Conheça a Esfinge nas Mitologias Grega, Romana e Egípcia.

Descubra agora o que é a famosa Mitologia Grega! Além disso, explicamos também quais são os principais Deuses, Personagens, Mitos e Seres Mitológicos. Devemos muito do que somos hoje aos Helênicos, confira!

Descubra agora quem eram os Ciclopes da Mitologia Grega! De uma forma simplificada, "Ciclope" é aquele gigante de um olho que de certa forma é pacífico. Alguns deles forjaram o Raio de Zeus.