Barca, O Gladiador Criado em homenagem à Aníbal

03/12/2021

     Barca, na série Spartacus, foi um gladiador extremamente injustiçado (enganado por Ashur) e também, foi criado pelo produtor da série, fazendo referência ao antigo general de Cartago: Aníbal Barca, confira.

Barca na série Spartacus:

     Barca é um personagem recorrente na série Spartacus. Ele é um dos maiores gladiadores no Ludus de Batiatus, tornando-se conhecido como a Besta de Cartago após derrotar seu pai Mago na arena. Ele é amante de Auctus e, mais tarde, de Pietros.

     Barca tem um tom de pele castanho claro e é o gladiador mais alto do Ludus. Ele tem longos cabelos negros na altura dos ombros, que usa atrás de si em dreadlocks ou tranças e permite que caiam sobre os ombros. Ele geralmente usa um colete claro de cor escura, que cobre o lado direito e desce diagonalmente do ombro esquerdo, além de sua subligária.

O Barca luta no estilo do hoplomachus e é equipado na arena de acordo com uma lança , escudo redondo e espada curta.


Besta de Cartago:

     Barca originalmente veio de uma vila de guerreiros ferozes, uma região perto de Cartago, onde gostava de brincar com pássaros ao lado de seu melhor amigo Cipriano. No entanto, o pai do Barca, Mago, o chefe da aldeia, viu isso como patético e disse a sua esposa Elissa que seu filho estava ficando fraco por jogar, não um guerreiro forte como deveria ser quando crescesse. Um dia, soldados romanos invadiram a vila e Elissa disse a Barca e Cipriano para se esconderem no armário enquanto ela confrontava um soldado que invadiu sua casa. 

     Barca foi forçado a assistir enquanto sua mãe era decapitada pelo soldado, fazendo-o cair em uma depressão, onde ficaria ao lado de sua falecida mãe por muitos dias até que seu pai e os homens de sua aldeia retornassem. Mago, voltando para sua casa, encontrou seu filho chorando sobre o cadáver de sua esposa. Triste e zangado, Mago culpou a covardia de seu filho pela morte de sua esposa e o deserdou.

Barca começa a treinar:

     Barca, agora fora de casa e família decidiu que só havia uma coisa que ele poderia fazer que era treinar por muitos anos o jovem treinou até que se tornasse um guerreiro formidável durante este tempo Barca e seu grupo de homens reunidos lutou e derrotou vários muitos Legiões romanas. Em algum momento durante este tempo Barca e Cipriano havia se tornado amantes e teve marchar seus homens em direção a Roma antes que eles cruzaram um rio íngreme Barca teve seus homens encher a água com os corpos de um grupo de Gauleses que eles tinham derrotado "Os gauleses provaram-se úteis" citou o Barca sobre esta vitória. 

     Uma noite, enquanto ele e seus homens estavam reunidos em torno do fogo, uma legião de romanos atacou, embora lutassem bem, os fenícios simplesmente não eram páreo para os romanos que os mataram ou capturaram. Na briga, Cipriano foi morto enquanto tentava proteger Barca, que o chamou antes que o moribundo Cipriano dissesse ao Barca "Lembre-se de mim". Esta visão irritou Barça, que atacou os soldados com toda a força, apesar de seus melhores esforços, ele foi derrotado e capturado junto com seus homens sobreviventes.

Recomendamos: Tudo sobre Theokoles

Barca derrota seu pai:

     Os fenícios foram levados para Cápua, onde foram forçados a lutar entre si. Barca foi capaz de se defender e derrubar muitos de seu próprio povo e foi um dos dois guerreiros restantes na areia quando se virou para enfrentar seu oponente e se deparou com uma visão chocante de seu pai Mago também estava na arena. Pai e filho ficaram chocados ao se verem e sabendo que não havia saída, os dois começaram a brigar enquanto faziam um dos nobres observadores dizendo: "Eu compraria o vencedor". 

     Nas areias, Mago e Barca lutaram e os dois possuíam uma vantagem: para Mago era força e anos, para o Barca era força e juventude, eles lutaram por meio dia, mas eventualmente o Barca ganhou a vantagem sobre Mago e foi capaz de colocá-lo de joelhos. Mago olhou para Barca e em tom de admiração afirmou "Barca, é meu filho!" Barca disse a ele "E eu vivo pai ver", ele então esfaqueou Mago na garganta após alguma hesitação.

A partir desse momento, Barca tornou-se a "Besta de Cartago" e foi comprado por Titus Lentulus Batiatus.

Quem foi Aníbal Barca?

     Aníbal Barca​ (247 a.C.-183 a.C.), conhecido também apenas por Aníbal, foi um general e estadista cartaginês. É considerado um dos maiores estratégias militares da história.

     A vida de Aníbal decorreu no conflituoso período em que Roma estabelecia a sua supremacia na bacia mediterrânica, superando outras potências (a própria República Cartaginesa, Macedônia, Siracusa e Império Selêucida). Foi o general mais ativo da Segunda Guerra Púnica, em que executou um dos mais audazes feitos militares da Antiguidade: Aníbal e seu exército, no qual se incluíam trinta e oito elefantes de guerra, partiram da Hispânia e atravessaram os Pirenéus e os Alpes com o objetivo de conquistar o norte da Itália. 

     Ali derrotou os romanos em grandes batalhas campais como a do rio Trébia, a do lago Trasimeno e a de Canas, que ainda são estudadas em academias militares na atualidade. Apesar de sua brilhante campanha, Aníbal não chegou a invadir Roma.

Barca foi um gladiador criado para lembrar a memória de Aníbal, o maior general cartaginês da história. Varínius ainda cita Aníbal com medo e pavor na segunda temporada da série, até parte de seu exército ser derrotado pelo primo de Mercato, Marcus Minucius Rufus.

Confira Também:

Frases de Gladiadores Romanos e Gregos: As Frases mais Incríveis e Marcantes de Ícones como Spartacus, Máximos, Leônidas e Aquiles. Lembrando, com "Gladiador" estamos nos referindo a grandes ícones do cinema.

Barca, na série Spartacus, foi um gladiador extremamente injustiçado (enganado por Ashur) e também, foi criado pelo produtor da série, fazendo referência ao antigo general de Cartago: Aníbal Barca, confira.

Varro foi um dos gladiadores mais relevantes da série. Varro também foi o melhor amigo do protagonista e após sua morte, Spartacus ficou muito triste. "Ele será lembrado como pai, marido e amigo entre os inimigos".

Quem foi o Primeiro Rei de Roma? Você que está aqui com certeza já se perguntou, afinal, nem sempre Roma foi uma república ou império... Em sua fundação, Roma era um reino, conheça sua história abaixo.

Quem foi Júlio César? Conheça a História sobre este ícone de Roma. Ao contrário do que muitos pensam, César não foi Imperador Romano, mas sim, DITADOR. Foi ele quem marcou a transição da República Romana.

Quintus Lentulus Batiatus foi um dos personagens mais odiados (e amados) na série Spartacus, mas o que poucos sabem é que Lêntulo Batiato realmente existiu, conheça mais sobre este ícone na história.

Cossinius e Furius foram pouco relevantes na série Spartacus, pois aparecem somente na 4° Temporada e pra variar, em somente 1 episódio. Esses dois de fato existiram na história.

Públio Varínio foi um político romano ascendente e rival de Claudio Glabro (também político). Contribui na 3° Guerra Sérvil mas foi Humilhado pelo rebelde Spartacus, confira.

Caio Claudio Glabro ou simplesmente Gaius Claudius Glaber foi um "Legatus", ou seja, comandante militar durante o Império Romano. Também teve o Título politico de Pretor e foi derrotado por Spartacus. Confira.

Marcus Crassus foi um dos políticos mais importantes de seu tempo e considerado o homem mais rico de Roma. Você o conheceu na série Spartacus? Pois bem, conheça sua história e morte abaixo.