Conheça as 9 Musas do Olimpo

08/02/2020
     Descubra quem foram as 9 Musas do Olimpo, seu papel dentro da Mitologia Grega e suas respectivas representações dentro da arte, música, teatro, festividades... Assim, Polímnia era a musa da poesia amorosa.

Como Surgiram as 9 Musas?

     Após a vitória dos deuses do Olimpo sobre os seis filhos de Urano, conhecidos como titãs, foi solicitado a Zeus que se criassem divindades capazes de cantar a vitória e perpetuar a glória dos Olímpicos. Zeus então partilhou o leito com Mnemósine, a deusa da memória, durante dez noites consecutivas e, um ano depois, Mnemósine deu à luz nove filhas em um lugar próximo ao monte Olimpo. 

     Criou-as ali o caçador Croto, que depois da morte foi transportado, pelo céu, até a constelação de Sagitário. As Musas cantavam o presente, o passado e o futuro, acompanhados pela lira de Apolo, para deleite das divindades do panteão. Eram, originalmente, ninfas dos rios e lagos. Seu culto era originário da Trácia ou em Pieria, região a leste do Olimpo, de cujas encostas escarpadas desciam vários córregos produzindo sons que sugeriam uma música natural, levando a crer que a montanha era habitada por deusas amantes da música. 

     Nos primórdios, eram apenas deusas da música, formando um maravilhoso coro feminino. Posteriormente, suas funções e atributos se diversificaram. Wikipédia 

MUSA CALÍOPE:

     Musa Calíope: Essa é a musa da eloquência e também da poesia heroica e ela possuía a mais bela voz dentre todas as 9 musas do Olimpo. Ela também é a mais velha e mais sábias delas e teve dois filhos com Apolo: Orfeu e Linus. Em uma de suas passagens na mitologia grega e musa Calíope arbitrou uma disputa entre Afrodite e Perséfone.

MUSA CLÍO:

Musa Clio: Essa é a responsável pelas celebrações e também por conferir fama a alguém. Conhecida como a musa da história, seu nome significa "proclamadora" e ela gerou Jacinto através de uma união com Pierus, o rei da Macedônia. Ela também é a responsável pela introdução do alfabeto fenício na Grécia.

MUSA ÉRATO:

Musa Érato: Essa é a musa da poesia lírica e amorosa ou erótica, ou seja, aquela que desperta o desejo. Seu nome significa "adorável" e ela é representada com uma lira.

MUSA EUTERPE:

     Musa Euterpe: Essa é a que representa a música e a alegria. Essa musa é fruto da união de Zeus e Mnemosine, que é a deusa da memória. Seu símbolo é uma flauta doce, instrumento que toca muito bem.

MUSA MELPÔMENE:

     Musa Melpômene é a musa da tragédia e o significado do seu nome é "coro". Seu símbolo é a máscara da tragédia e ela é representada sempre usando coturnos bem gastos. Em algumas representações ela também aparece portando um bastão ou faca em uma das mãos e a máscara da tragédia na outra.

MUSA POLÍMNIA:

     Musa Polímnia: Era a musa da poesia lírica e seu nome significa "Muitas Canções". Ela normalmente é representada com uma expressão muito pensativa, usando um longo vestido e com um manto pousado em seu ombro. Vale lembrar ainda que Polímnia também é considerada a musa da dança.

MUSA TERPSÍCORE:

     Musa Terpsícore: Essa musa também é da dança, o seu nome significa "delícia de dançar" e seu símbolo também é uma lira. De acordo com algumas tradições e culturas Terpsícore é a mãe das sereias, sendo que Aquelau, o deus ribeirinho, é o pai.

MUSA TALIA:

     Musa Talia é a que representa a comédia e a festividade. Ao contrário de Melpômene, ela é representada sempre com a máscara da comédia a seu nome significa festividade, ou seja, aquela que estimula as celebrações.

  MUSA URÂNIA:  

     Musa Urânia: O nome dessa musa significa "Rainha das Montanhas" e Urânia é também musa da astrologia e da astronomia, sendo musa inspiradora de geólogos e astrônomos. Ela também se veste com um manto que é bordado de estrelas e tem seus olhos sempre voltados ao céu.

Um pouco mais sobre a 9 Musas:

     Elas viviam em lugares próximos a fontes e riachos, Nesses locais dançavam e cantavam, acompanhadas pela lira de Apolo. O coro das musas tornou o seu lugar de nascimento um santuário e um local de danças especiais. Elas tambem frequentavam o Monte Hélicon, cujas fontes, tinham o poder de conferir inspiração poética a quem bebesse de suas águas. Ao lado dessas fontes, as Musas do olimpo faziam graciosos movimentos de dança e cantavam com suas vozes cristalinas. 
     É interessante notar que os deuses não estavam satisfeitos apenas com a existência da vida e a nova ordem do mundo estabelecida por Zeus. Pediram que as Musas fossem criadas para dar ressonância a essa existência. Isso nos mostra que não basta a criação, ela deve ser louvada. Assim também no plano humano, não basta viver, mas é preciso celebrar a vida. Conheça também as Graças

Recomendamos: Frases de Buda

Últimos Posts:

O Colosso de Rodes foi, na Mitologia Grega, uma estátua Gigante em homenagem ao Deus e Titã do Sol Hélio. De fato essa obra existiu e foi considerada como uma das maravilhas do mundo antigo.

Hércules foi, na Mitologia Grega, um dos personagens mais relevantes. Além de ser filho de Zeus, Hércules foi conhecido por seus 12 trabalhos, conheça quais foram.