Hermes Trismegistro: Fusão dos Deuses Hermes e Toth

29/02/2020
     Descubra quem foi Hermes Trismegistro e se ele realmente foi a fusão do Deus Grego Hermes com o Deus Egípcio Toth. Sua história é extremamente antiga e ele é considerado o antigo Cristo. 

Quem foi Hermes Trismegistro?

     Hermes Trismegistro era um legislador egípcio e filósofo, que viveu na região de Ninus por volta de 1.330 a.C. ou antes desse período; a estimativa é de 1.500 a.C a 2.500 a.C. Teve sua contribuição registrada através de trinta e seis livros sobre teologia e filosofia, além de seis sobre medicina, todos perdidos ou destruídos após invasões ao Egito. 

     O estudo sobre sua filosofia é denominado hermetismo. Pela diversidade de temas, é pouco provável que todos esses livros tenham sido escritos por uma única pessoa, mas representam o saber acumulado pelos egípcios ao longo do tempo. A literatura Hermética hoje em dia foi quase perdida. Estima-se que Hermes Trismegisto fora a inspiração para diversos pensadores da Antiguidade que o sucederam, como Sócrates, Platão e Aristóteles. Wikipédia

Conheça Hermes Trismegistro:

     Também chamado de Hermes Trismegistro, há quem diga que foi um grande pensador da antiguidade, inclusive, o antecessor de Jesus Cristo. Há quem diga também, que Hermes Trismegistro foi a fusão do Deus Grego Hermes, com o Deus Egípcio Toth. Dentre suas obras, a que mais destacou-se foi o Caibalion, que por si só reune 7 princípios Herméticos (onde veio o Hermetismo) e essas leis explicam de uma forma espiritual o que todas religiões tem em comum as fezendo funcionar. 

"Os lábios da sabedoria estão fechados, exceto aos ouvidos do entendimento." - O Caibalion

     Sobre suas obras, segundo Clemente de Alexandria, eram 42 livros subdivididos em seis conjuntos. O primeiro tratava da educação dos sacerdotes. O segundo, dos rituais do templo. O terceiro, de geologia, geografia, botânica e agricultura. O quarto, de astronomia e astrologia, matemática e arquitetura. O quinto continha os hinos em louvor aos deuses e um guia de ação política para os reis. Já o sexto era um texto médico. Costumava-se creditar também a Hermes Trismegisto o Livro dos Mortos ou o Livro da Saída da Luz, além do mais famoso texto alquímico - a "Tábua de Esmeralda".

Os 7 Princípios Herméticos:

    • Lei do Mentalismo: "O Todo é Mente; o Universo é mental".
    • Lei da Correspondência: "O que está em cima é como o que está embaixo. O que está dentro é como o que está fora".
    • Lei da Vibração: "Nada está parado, tudo se move, tudo vibra".
    • Lei da Polaridade: "Tudo é duplo, tudo tem dois pólos, tudo tem o seu oposto. O igual e o desigual são a mesma coisa. Os extremos se tocam. Todas as verdades são meias-verdades. Todos os paradoxos podem ser reconciliáveis".
    • Lei do Ritmo: "Tudo tem fluxo e refluxo, tudo tem suas marés, tudo sobe e desce, o ritmo é a compensação".
    • Lei do Gênero: "O Gênero está em tudo: tudo tem seus princípios Masculino e Feminino, o gênero manifesta-se em todos os planos da criação".
    • Lei de Causa e Efeito: "Toda causa tem seu efeito, todo o efeito tem sua causa, existem muitos planos de causalidade mas nada escapa à Lei".

O que era o Livro dos Mortos?

     Livro dos Mortos (cujo nome original, em egípcio antigo, era Livro de Sair Para a Luz ou Saída para a Luz do Dia) é a designação dada a uma coletânea de feitiços, fórmulas mágicas, orações, hinos e litanias do Antigo Egito, escritos em rolos de papiro e colocados nos túmulos junto das múmias. O objetivo destes textos era ajudar o morto em sua viagem para o outro mundo, afastando eventuais perigos que este poderia encontrar na viagem para o Além. O livro era posto sob a cabeça da múmia ou junto dela, ou então copiavam-se trechos dele na tumba. 

Confira Também:

Descubra agora o que é a famosa Mitologia Grega! Além disso, explicamos também quais são os principais Deuses, Personagens, Mitos e Seres Mitológicos. Devemos muito do que somos hoje aos Helênicos, confira!

Descubra agora quem eram os Ciclopes da Mitologia Grega! De uma forma simplificada, "Ciclope" é aquele gigante de um olho que de certa forma é pacífico. Alguns deles forjaram o Raio de Zeus.

O Colosso de Rodes foi, na Mitologia Grega, uma estátua Gigante em homenagem ao Deus e Titã do Sol Hélio. De fato essa obra existiu e foi considerada como uma das maravilhas do mundo antigo.